quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

2010, Sentirei Saudades. 2011, Pode Vir Quente Que Eu Estou Fervendo!!!

E mais uma véspera do novo ano chegou!!! . . . Dá um frio na barriga, um aperto no peito, pensamentos viajam nas lembranças em momentos que marcaram. 2010, você, BOMBOU!!! Pra mim 2009 foi um ano incrível, de mudanças, de libertação, resumindo, uma NOVA vida. 2010 foi a continuação disso tudo, e ainda melhor! Obrigada 2010!!

Levo para 2011 desejos que não foram realizados, objetivos que nem sequer tirei do papel, culpa do ano?Não, senhor, culpa minha. Mas também, carrego comigo boas não, maravilhosas lembranças, novos conhecimentos, novas pessoas.
Enfim, resumo em algumas linhas alguns momentos que marcou em 2010:


Janeiro: Mês que acabou a fase ALGAZARRAS (quero dizer, festas seguidas, de quinta a domingo). Parei sem perceber, mas a vida é assim, tudo é fase. Foi bom assim!
Fevereiro: Minha mais louca loucura, minha ida ao carnaval de Salvador SO ZI NHA. Tenho é historia pra contar dessa viagem.
Março: Aniversário do homem que me gerou, que é o homem da minha vida, meu pai. Também é o MEU mês, mês que essa criatura que lê nasceu, acho que o melhor aniversario que já tive, entre meus melhores amigos e companheiros, pena que sempre falta algum, mas que rendeu muitas gargalhadas e fotografias, isso rendeu!
Abril: Mês que me emocionei em saber que ia ser titia de VERDADE, embora me considere ser titia de muitos, mas dessa vez diferente, é MINHA sobrinha, meu sangue que irá correr na veia dela. Chorei ao saber, não escondo.
Maio: Meu primeiro encontro com o Esporte Clube Vitória, minha paixão Rubro Negra. Emoção inenarrável, incomparável ate agora diante daquele espetáculo no Barradão.  Podem me chamar de louca, pois sou!  Obrigada, Vel, por me conceder esse momento. #SRN.
Junho: Mês de férias, viagens, o São João chegou! Precisa falar mais alguma coisa?
Julho: Mês da quebradeira! Precisa dizer por quê? Já que é ano novo, vida nova, melhor nem lembrar as coisas ruins.
Agosto: Começo de uma nova história, muito mais interessante, diferente e espero que seja só o começo de um grande livro.
Setembro: O medo e a duvida tomou conta de mim, enfim, o pedido de namoro.
Outubro: Pra ser sincera, pensei, pensei, pensei e não lembrei de nada muito interessante. O importante é que vivi. 
Novembro: Eu disse SIM e assim permitir ser feliz. E só tenho uma coisa a dizer: Aprendi que o maior erro do ser humano é ter medo de tentar, temi a esse acontecimento, mas encarei e hoje aqui estou muito feliz.
Dezembro: Espera de Yasmim, aniversario da mulher que mais amo, aniversário de namoro e  minha maior tristeza o E. C. Vitória caiu pra 2ª divisão (melhor nem lmbrar). Mas de verdade, dezembro é o mês de reconciliação, de união familiar, do nascimento de Jesus, renovação de alegrias, de energias. As sensações das incertezas dos desejos para o próximo ano de muitos, e a certeza pra outros. A decepção do não realizado, mas a fé e a esperança de alcançar no ano que vem por aí. Mas também a alegria de novos nascimentos, de conquistas, de objetivos renovados.
Podemos dizer que ao chegar essa data, passa-se um filme na passagem do ano novo Assim é todo ano, o filme de 2007, 2008, 2009, 2010 e assim vai ser na espera para 2012. Que esse filme sirva de exemplo de perseveranças para que nunca desistirmos do que ainda não foi conquistado e de agradecimento do que ainda tem por vir.


 A todos, Pouco estresse, água gelada e muita sombra fresca, feliz Ano Novo!!!

Aliny

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Parabéns!!!!

♫ Voltei, Recife foi a saudade que me trouxe pelo braço... ♫

Conforme à marchinha a cima eu também fui trazida pela saudade, saudade do blog, saudade de desabafar e saudade sobre tudo de desenvolver essa prática deliciosa que é escrever.

Hojo fui trazida por um motivo especial. O aniversário da minha mãe. Uma nordestina guerreira e muito batalhadora, honesta e determinada que criou 7 filhos sozinha com muita dignidade e sensatez. Vou ficar devendo um texto bem lindo contando a história dessa mulher que serve de exemplo não só pra mim, mas pra muitas pessoas que nos cercam. Hoje deixo aqui apenas o meu desejo de muita saúde e muitas felicidade para a mulher que é o meu exemplo de vida. É por ela que levanto todas as manhãs com o desejo de conquistar muitas coisas, é com ela que quero compartilhar todas as glórias da minha vida, afinal, tudo que tenho e sou é a ela que devo.
Um beijo minha mãe, Deus te abençoe sempre. Te amo muito e te desejo tudo de bom!


Eis a minha gênitora, minha lição de vida.

A tradução perfeita das palavras: Amor, Fé. Força, Paciência e Determinação.

Desejo uma Dona Antonia na vida de todo mundo.

Beijos, Vevel!

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Quando chegamos no limite...

Quando chegamos no limite o negócio fica feio.


E hoje é exatamente assim que estou me sentindo. Farta. Cheia. Transbordando.

Farta, de pessoas que não respeitam os espaços das outras. Cheia, de pessoas que não respeitam as outras pessoas, que não se preocupam se vão magoar ou ofender. Resumindo: ESTOU DE SACO CHEIO.

Tô cansada, tô estressada, tô me sentindo exausta mentalmente e fisicamente. Com a proximidade das férias férias acho que o corpo ta sentindo e já começa a dar sinais que quer parar.

Não vejo a hora de não ter o que fazer. Não ter hora pra acordar, não ter planos, decidir do nada pra onde vou, fazer o que der na telha, passar a madrugada assistindo filme e passar o dia dormindo. Bater perna, olhar vitrines...

Enfim, não ter o que fazer e não ter que carregar o peso da responsabilidade.

Como diz a Débora no http://www.3xtrinta.blogspot.com/ "ser forte cansa" Ainda não desabei, assim como aconteceu com ela, mas estou me sentindo no limite.

Quando não sabemos ao certo o que queremos e pra onde vamos, é normal nos sentir-mos assim: perdidos.

Como diz uma frase muito conhecida:

"Nenhum vento é favorável para o navegante que não sabe aonde vai."

Essa é a mais pura verdade.

Essa sou eu, como um barco à deriva sendo levado de um lado para o outro pelos ventos das emoções.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Eleições 2010



Quem entrou aqui achando que eu ia fazer propaganda pra algum canditato quebrou a cara. Falar das eleições não significa pedir voto... Longe de mim, nem perderia meu tempo tentando convencer alguém a votar em A ou B.

As razões que me levam a votar em um canditado nem sempre são as mesma de outras pessoas e vice versa. A minha forma de ver e avaliar uma situação nem sempre é (na maioria das vezes não é) a mesma forma como outras pessoas enxergam o mesmo fato.Voto é conveniência é simpatia, e em ultimo caso é ideolgia. O espiríto cívico que me invadiu, foi provocado pelo treinamento que participei na segunda-feira no fórum da justiça eleitoral. Fui convocada a trabalhar nessas eleições e fiquei "me sentindo".

Como boa blogueira que sou (estou me tornando) resolvi desenvolver um texto sobre isso. Por isso, meus amores eu sugiro que voces pensem bem em quem votar, pode não ser a melhor opção, mas ao menos vocês estarão fazendo o que acham certo. Lá na frente caso achem que tenham escolhido errado, ao menos terão o consolo de saber que fizeram o que acharam conveniente na ocasião. Dia 03 de Outubro vem aí, desejo muito espirito coletivo e muita sabedoria a todos.

Ps: Me recuso a entrar no mérito da palavra POLÍTICA. Vemos tanta bandalheira e tanta "safadeza" que nem vale a pena falar nisso. Desejo que vocês escolham o que é menos pior. Bom voto à todos.

Beijos, Vevel!

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Sobre a decepção e o que esperar das pessoas...

No ultimo final de semana, tive o desprazer de presenciar uma amiga muito querida sofrendo duas decepções seguidas... Coisa chata, traição em vários sentidos, e muita, muita falta de consideração.


Uma veio de uma pessoa que ela jamais imaginava que pudesse fazer o que fez, se traição ja doi, imagina quando é fogo amigo. A outra (na minha opinião) não foi novidade nenhuma, mas não deixa de ser doloroso.

Como acho que tô pegando o espírito de blogueira e tudo que vejo, tudo que acontece a minha volta me desperta o desejo de pensar muito sobre o assunto, e desenvolvê-lo, passei a analizar os fatos. E me ocorreu uma dúvida: Até onde temos culpa nas decepções que sofremos? Até onde pertimos que as pessoas nos traiam  e nos firam?

Aí converto pra situação real: Até onde a minha amiga permitiu que fizessem isso com ela?

Claro que isso não alivia a culpa de quem traiu, freriu, ofendeu e sacaneou, mas é um caso a se pensar... 


Toda decepção causa em nós uma dor e uma incerteza nas pessoas, sempre ficamos com a sensação que isso ocorrerá de novo mais cedo ou mais tarde. O que martela na minha cabeça até agora, é como a minha amiga, tão linda, tão inteligente, tão destemida e tão cheia de possibilidades se deixou levar por certas situaçõe, que inevitavelmente provocariam tais frustrações.

A mim, só cabe desejar força a ela, que ela supere esse baque e acima de tudo pulso firme pra reverter essa situação e não se permitir, jamais, passar por isso de novo.

Pra nós fica a lição: Não devemos confiar demais em algumas pessoas, pois, mais cedo ou mais tarde elas irão nos decepcionar.



Como diz a canção: "Reconhece a queda e não desanima, levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima."


Força, amiga!


Já já isso passa. Tô aqui, pode contar comigo.


Beijos, Vevel!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Uma Flor Chamada Magnólia

"Magnólia é uma flor proveniente de plantas do gênero Magnolia L., família Magnoliaceae. Também é o nome popular das plantas deste gênero, nativas das zonas temperadas do hemisfério norte"

Isso é o que o Wikipédia diz.

E o que eu digo? Eu Digo que a Magnólia que eu conheci é mais linda flor de todo campo. Como ela mesma dizia: ' A flor mais perfumosa do jardim' O significado vivo da palavra doçura.


Tal qual a flor que originou seu nome a matriarca da família Ribeiro era linda e frágil. Uma mulher forte, com o corpo fragil e castigado pelo tempo e pela saúde debilitada. Coração enorme, alma boa, sorriso fácil e palavra de incentivo, independente da situação.
Vaidosa, sempre tão cheirosa e de cabelos arrumados, sempre feliz, apesar de todas as dores que por vezes sentia... A mulher mais guerreira e otimista que tive o previlégio de conhecer, que apesar de suas limitações dava em nós um banho de fé e esperança. Um anjo que cumpriu sua missão aqui na terra e se foi. Partiu deixando em nós uma dor que não passa uma saudade imensa e uma sensação de desolamento. Deixou orfãos, seus filhos e filhas, netos e netas, irmãs, noras, amigos e agregados. 


Apesar de ter uma familia grande Magnólia sempre teve espaço no seu coração para acolher os agregados, assim foi com a minha família. Nos acolheu quando viemos morar em Petrolina, nos recebeu em sua casa e no seu coração. Minha mãe teve o prazer de sentir de novo o carinho de mãe desde que perdeu a sua em 2001, eu tive o prazer de conviver com ela, amar e ser amada.

A saudade é grande, a dor é dilacerante, mas em meio a tudo isso ficou uma sensação de conforto, por crer na salvação da sua alma e por saber que agora nossa linda flor, enfim, descansou. 
É com lágrimas nos olhos, tristeza na alma e saudade cortando o peito que me despeço. 

Vai em paz, Magui! Saiba que voce foi muito amada e seu legado de amor ao próximo fé em Deus e esperança que dias melhores virão ficou aqui na terra com todos que puderam ter a honra de cruzar seu caminho.

PS. Na segunda foto Magui ao lado de suas filhas Elza e Gilca.


Beijos, Vevel

domingo, 29 de agosto de 2010

E o que era verde amadureceu...

Mais um capítulo da série "menino de camisa verde"

Não é  que o danado amadureceu? Ficou laranja. Coisa mais linda!

Foi visto ontem nos arredores da casa de uma das mocinhas. Tem mocinha viajando, perdeu de ver a peça. Teve mocinha nova no pedaço que falou com o dito cujo pelo tel. (atrevida)

Mais uma vez visto de longe (relativamente perto) Mais uma vez imponente no seu cavalo branco, mais uma vez espalhando beleza e simpatia e mais uma vez as 5 mocinhas encantadas com sua beleza.

Tivemos alguns avanços em relação ao ultimo post, ao menos agora sabemos: nome, telefone, onde mora. Não o bastante pra se ter uma ideia mais profunda de quem verdadeiramente é, mas o suficiente pra encantar ainda mais. Não sabemos ao certo o que queremos e o que esperamos, não sabemos o que procuramos, logo, o que vier ou acontecer é lucro. Nossa odisséia continua vamos ver no que vai dar...

A seguir, cenas dos próximos capitulos... 

Beijos, Vevel

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Quatro Almas e Suas Amigas




















 Poderia ate tentar falar de cada uma, mas não dá, são muitas...


Lógico que cada uma tem o seu temperamento, sendo ele fácil ou não, calma ou estressada, calada ou tagarela, tímida ou desenvergonhada, enfim... Temos o nosso jeito de ser, individualmente. Mas em comum temos a alegria de viver, de festejar, de curtir a vida por mais que ela nos mostre obstáculos. É, é isso mesmo a nossa vida não é só curtição. Temos problemas, dificuldades, mas para quê lembrar isso? Para quê falar nisso? Se a vida É UMA FESTA, e só depende de você conduzi-la pra viver nessa festa também.

Brincamos, dançamos cantamos, bebemos (Opa, parei tem 20 dias), namoramos, paqueramos (Ops!)... E Loucuras? Resenhas?? HaHaHaHa são MUITAS!!

Se existem pessoas que adoram contar histórias, então vocês conheceram justamente 06 MULHERES, que viveram essas histórias e que tem muuuitas a contar... De festas, de viagens, paixões, de decepções, de romances, de ilusões vividas (nem que seja por uns minutos apenas), de sonhos, de conquistas... Aliás, falar em história lembrei-me de algumas, mas ñ vou contar agora, juro que depois eu e as meninas contaremos MUITAS, por sinal. Mas agora só vou escrever as frases que ESSAS histórias renderam...

São frases que tornaram gírias em nosso dia a dia...

E quando eu penso que já vi de tudo/ Me cornei, mas não me largue/ É a treva da galáxia perdida/ O ogro da galáxia/ Chuuuuupa chileee/ Trizeta da parafuzeta e dentre muuitaaaas...

Bobas? Podem ate ser, mas para nós, são frases de história que vivemos e, que bem sabemos de tooodas as situações. Mas aos poucos vocês também saberão...

É, não somo fracas. Nós batalhamos, suamos a camisa, choramos, brigamos, que xingamos, mas que NUNCA/JAMAIS larga os pontos e deixa de lado o brilho da vida. Como diz minha mãe e acredito que as minhas tias também (mães das meninas) “Vocês não tem é juízo, isso sim!” Será o que elas querem dizer com isso? Sim, e quem é esse tal de juízo que vive atrapalhando vida alheia? Não, não o queremos ao nosso lado, queremos é viver de forma que não nos arrependeremos de nada, mas sim de algo que era pra ser feito e não fez, mas por força maior, e não por causa do Sr JUÍZO.

Enfim, somos mulheres\amigas que está sempre prevalecendo à amizade e a frente da felicidade, porque é como costumam dizer: “Não adianta buscar a felicidade, ela vem ate você”, é por isso que estamos A FRENTE dela e nunca atrás.

Queria poder falar de cada amigo, que faz parte da minha vida, sendo eles fazendo parte mesmo desse circulo de amizade, ou não. Mas deixo ressaltado aqui, que me sinto abençoada e realizada por ter esses anjos que me acompanham, que me ouvem e que estão comigo em algum momento da minha vida.



Beijooos! Aliny

O Dilema de Joana Darc


Hoje vou narrar o dilema de Joana Darc, uma história real de uma moça jovem, bonita e independente. Bem sucedida e muito confiante de si que não faz o gênero “menina carente”. Joana Darc namora João Romero, um rapaz muito legal que reúne uma série de qualidades. Se conheceram na adolescência e sempre mantiveram uma amizade sincera e desinteressada.
Os anos se passaram cada um tomou seu rumo a amizade esfriou e eles se afastaram. João Romero casou-se, teve um filho e se separou. Joana Darc teve alguns relacionamentos, mas não chegou a casar. Porém sempre foi muito feliz com tudo que viveu.

Os anos continuaram se passando e a vida dos dois tomou rumos diferentes. Acontece que o destino se encarregou de reaproximar os dois justamente quando ambos estavam solteiros. Conversaram e perceberam que havia um algo mais, não deu outra, começaram a namorar.
Joana sempre foi muito determinada e sempre colocou a sua felicidade à frente de qualquer coisa.

João acostumado a namorar meninas de personalidade frágil e dependente, estranhou a postura da moça, como não poderia ser diferente. Hoje em dia o namoro está atravessando uma fase crítica. Ele cobra da parceira algo que não faz parte da sua personalidade. Ela se sente pressionada e não sabe o que fazer.

Óbvio que todo relacionamento precisa ser cultivado, tal qual uma flor, regando-se ela cresce e fica linda.

O que falta da parte de Joana? Mais carinho, mais afeto mais atenção... Enfim, uma demonstração de que ela gosta do que vive e que quer continuar vivendo.

O que falta a João? Mais sensibilidade para perceber que ela precisa de tempo e de espaço, que as coisas funcionam ao tempo dela e não no ritmo acelerado que ele determina.

Um relacionamento ótimo que tem tudo pra dar certo, mas que está condenado a não dar por divergência na questão sentimental. Apesar de possuírem personalidades bem parecidas, tem gostos e formas de ver a vida diferentes.

Desejo de coração que Joana Darc e João Romero se entendam e que o relacionamento deles dê certo.

Irremediavelmente romântica e otimista por essência acredito que vai dar tudo certo pros dois.

PS: Os nomes verdadeiros dos personagens foram substituídos para preservar a identidade dos mesmos.

Beijos, Vevel

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Trabalho x Descanso

Nada melhor para uma segunda-feira que começar falando sobre trabalho x decanso. Compartilho com vocês um texto muito interessante, que há quem discorde.




"Não paute sua vida, nem sua carreira, pelo dinheiro.


Ame seu ofício com todo o coração.


Persiga fazer o melhor.


Seja fascinado pelo realizar, que o dinheiro virá como conseqüência.


É preferível o erro à omissão.

O fracasso, ao tédio.

O escândalo, ao vazio.

Porque já vi grandes livros e filmes sobre a tristeza, a tragédia, o fracasso.

Mas ninguém narra o ócio, a acomodação, o não fazer, o remanso.

Colabore com seu biógrafo.

Faça, erre, tente, falhe, lute.

Mas, por favor, não jogue fora, se acomodando, a extraordinária oportunidade de ter vivido.
Tendo consciência de que, cada homem foi feito para fazer história.
Que todo homem é um milagre e traz em si uma evolução.
Que é mais do que sexo ou dinheiro.


Você foi criado para construir pirâmides e versos, descobrir continentes e mundos, e, caminhar sempre com um saco de interrogações na mão e uma caixa de possibilidades na outra.


Não use Rider, não dê férias a seus pés.
Não se sente e passe a ser analista da vida alheia, espectador do mundo, comentarista do cotidiano, dessas pessoas que vivem a dizer: eu não disse!, eu sabia!


Toda família tem um tio batalhador e bem de vida.
E, durante o almoço de domingo, tem que agüentar aquele outro tio muito inteligente e fracassado contar tudo que ele faria, se fizesse alguma coisa.
Chega dos poetas não publicados.
Chega de empresários de mesa de bar.
Chega de pessoas que fazem coisas fantásticas toda sexta de noite, todo sábado e domingo, mas que na segunda não sabem concretizar o que falam.
Porque não sabem ansiar, não sabem perder a pose, porque não sabem recomeçar.
Porque não sabem trabalhar.
Eu digo: trabalhem, trabalhem, trabalhem. De 8 às 12, de 12 às 8 e mais se for preciso.
Trabalho não mata, ocupa o tempo, evita o ócio que é a morada do demônio, e constrói prodígios.


O Brasil, este país de malandros e espertos, da vantagem em tudo, tem muito que aprender com aqueles trouxas dos japoneses.
Porque aqueles trouxas japoneses que trabalham de sol a sol construíram, em menos de 50 anos, a 2ª maior megapotência do planeta, enquanto nós, os espertos, construímos uma das maiores impotências do trabalho.


Trabalhe! Muitos de seus colegas dirão que você está perdendo sua vida porque você vai trabalhar enquanto eles veraneiam.
Porque você vai trabalhar, enquanto eles vão ao mesmo bar da semana anterior, conversar as mesmas conversas, mas o tempo, que é mesmo o senhor da razão, vai bendizer o fruto do seu esforço, e só o trabalho lhe leva a conhecer pessoas e mundos que os acomodados não conhecerão. E isso se chama sucesso."    
Nizan Guanaes

Pronto! Isso é a receita perfeita para quê? Para o fracasso! É sim, PARA O FRACASSO, na minha humilde opinião, todo excesso gera complicações. Afinal, pode ser clichê, mas é um ditado sábio: "A diferença entre o remédio e o veneno é apenas a dose." Nesse texto Nizan Guanes, comete um erro comum, ele se contadiz. Ele começa o texto dizendo: "Não paute sua vida, nem sua carreira, pelo dinheiro." E logo em seguida afirma: "Não use rider, não dê férias aos seus pés" "trabalhe, trabalhe, trabalhe, trabalhe" Peraí, Nizan, somos humanos e não máquinas.
A partir do momento que voce coloca  seu trabalho e suas ambições à frente de todo o resto voce está condenado a ser um infeliz. Voce não tem família, não tem lazer, não tem paz porque a todo momento estará tentando realizar algo, e numa busca incansável pelo sucesso inatingível vai sempre querer mais. Não vai se contentar nunca. Não concordo com as pessoas que vieram ao mundo a passeio. Não possuem sonhos, metas, alvos... Na verdade não as entendo. Não entendo como uma pessoa pode viver sem desejar algo, sem buscar ou batalhar por alguma coisa. Porém não concordo com aquelas que SÓ fazem isso. Nem tanto nem tão pouco.
Abaixo segue um textinho que já é conhecido por alguns que me acompanham:

"Nada de preocupações, problemas, stress... vivo a vida como ela deve ser vivida, dia após dia, um dia de cada vez. Planos? Só de curto prazo. Cansei de tentar adivinhar o amanhã.Quero fazer festa, agitar, viajar, estar com meus amigos e família,... aproveitar a vida. O RESTO É CONSEQUÊNCIA! O que mais me surpreende na humanidade? Os homens que perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente de tal forma que acabam por nem viver no presente, nem no futuro. Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se nunca tivessem vivido."



"Na incerteza do amanhã, aproveite o hoje para ser feliz!!"




É isso aí, boa semana a todos!

Beijos, Vevel.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Quando o amor toca o coração...


Ontem, li o esboço de um livro, uma linda estória de amor, escrito pelo fofo querido , Marcus Laert, e daí comecei a pensar na vida e no amor que é uma coisa que está presente em tudo, em todos os momentos de nossa vida. Comecei a lembrar de grandes histórias de amor que marcaram épocas, como as de: Tristão e Isolda, Helena e Páris, Capitu e Bentinho, Eurídice e Orfeu, Pilar e seu amado (no livro de Paulo Coelho; As margens do Rio Piedra sentei e Chorei) e porque não, a grande conhecida de todos nós que é a história de Romeu e Julieta.


Eu fico a me perguntar: Será mesmo que precisamos de alguém para ser feliz? Será que o amor que temos em nós não é suficiente? Será que necessitamos de um amor pra completar nossas vidas? Ou esse amor viria apenas para somar? Será que somos mesmo só “uma banda da laranja”?

Uma vez a Marisa Monte em sua música ‘Satisfeito’, fez o seguinte questionamento: “Quem foi que disse que é impossível ser feliz sozinho?” Eu respondo: Marisa, quem disse foi o grande poeta Tom Jobim em sua linda canção ‘Wave’, ele diz com todas as letras: “É impossível ser feliz sozinho” Mas agora eu que pergunto: Será que o sábio poeta está com a razão?

Numa sociedade cada vez mais individualista e solitária, onde somos engolidos pelos nossos afazeres, e correria do dia-a-dia, onde as horas insistem em passar voando, o amor está perdendo cada dia mais espaço, as pessoas estão cada vez mais frias e egoístas, não sobra tempo para amar ou se dedicar, ninguém quer “perder tempo” tentando conquistar o par.

Aí eu me pergunto: Onde será que vamos parar? Como será o futuro das próximas gerações?

Ao longo da vida eu aprendi (a duras penas) que ninguém precisa de ninguém para ser feliz. E hoje posso afirmar, sem ter dúvidas, baseada na minha própria história que a felicidade está em nós e de nós ela depende. Só de nós. A paz de espírito e o coração tranqüilo é o maior bem que podemos possuir. E disso, não devemos abrir mão. Depender dos outros é furada, depositar expectativa demais no outro é assinar a sentença de sofrimento. Quando se espera demais de uma pessoa, inevitavelmente essa pessoa nos decepcionará. Claro que essa é a minha realidade, pode ser que haja (com certeza há) quem discorde. Normal! O que serve de lição pra mim pode não servir pra o outro e vice e versa. O que devemos priorizar mesmo é a nossa felicidade. Dela não devemos abrir mão.

O Amor/relacionamento é um assunto muito abrangente e expansivo, romântica irremediável e apaixonada convicta ainda vou abordar muitas vezes esse tema por aqui.



Beijos, Vevel

Momento Besteirooool!!! By: Mila Vieira


Amante!
A mulher recebe o amante em casa enquanto o marido trabalha. Seu filho de nove anos chega da escola mais cedo, vê os dois juntos e se esconde no armário do quarto para espiar. O marido também volta para casa inesperadamente e a mulher resolve esconder o amante no armário, sem perceber que o filho já estava lá.
O menininho diz: - Tá escuro aqui.
O amante responde - É... Tá mesmo...
Menino - Eu tenho uma bola de beisebol.
Amante -Legal...
Menino - Quer comprar?
Amante - Não, obrigado...
Menino - Meu pai está lá fora.
Amante - Ok, quanto?
Menino - Duzentos reais...
Algumas semanas depois, lá estão o garoto e o amante presos no armário novamente.
Menino - Tá escuro aqui.
Amante É... Tá mesmo...
Menino - Eu tenho uma luva de beisebol.
O amante, se lembrando da última vez, pergunta ao garoto:
-Quanto é?
O Menino - Setecentos reais.
Amante - Feito!
Dias depois, o pai diz ao garoto, pegue a sua luva e a sua bola de beisebol, vamos lá no quintal para eu te ensinar como se joga. O menino responde, não posso, vendi a luva e a bola... O pai pergunta, "por quanto você vendeu?"
Novecentos reais, responde o menino. O pai, horrorizado, diz ao menino que isso não se faz, cobrar tanto de seus amiguinhos por coisas que custam barato.
E leva o filho à igreja para que confesse para o padre.
Chegando lá, o pai leva o menino ao confessionário e fecha a porta..
O menino diz - Tá escuro aqui...
O padre responde - Nem vem! Eu não vou comprar mais porra nenhuma!!!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

O vizinho x traição ...





A mocinha da vez, é a nossa divertidíssima Bc (Kesia), começa aqui a grande novela de sábado. A nossa amiga apaixonou-se pelo vizinho de Vevel, que por sua vez sempre passava em sua moto, quando nós íamos visitá-la. Em um sábado, estávamos todas em uma brincadeira na calçada, e ele passa com todo o seu charme e exuberância em sua belíssima moto (obs: COM CAPACETE), e para a surpresa de todos e alegria maior de Kesia ele junta-se a nós...\o/. 

Mas assim que chegou para espanto da pobre coitada, iludida e apaixonada... (menos... rs) ela depara com uma cabeça de cearense (foi sem querer), eu quis dizer, com uma pessoa que não era o que ela achava(deu pra entender?) e passou pela pior decepção de toda a sua vida, isso mesmo, DECEPCIONOU-SE  com tamanha feiúra. É como costumamos dizer: de moto, capacete e óculos escuros qualquer um vira Tom Cruise da vida, ou melhor, dizer: Quem vê capacete ñ ver feição. Mas é claro que ele tem suas qualidades, “mas nem só de pão vive o homem”, já dizia a Bíblia, ainda bem que   Manu não pensa assim, mas isso você só vai entender já já. 
...

Continuação (O vizinho x traição...)

...

Ainda desconhecida da decepção, Vevel (que acha ele lindo, fofo e bláblá), fala pra Kesia jogar charminho. Mas e agora? Como explicar a Verônica a nova situação? (Drama de Helena do Manoel Carlos). Kesia não sabendo contorcer toda a situação, explicou a situação dizendo que rapidamente consultou o nosso site WWW.gugloudagalaxia.com.br e viu que o vizinho era noivo, e dessa forma, estava descartada a possibilidade de envolvimento (sendo isso FAXADA).  Só que vem A GRANDE surpresa, na verdade nem tão grande surpresa assim, já que Manu é expert em vizinhos, é isso mesmo, E MA NU E LA... ela se interessou no tal vizinho que Kesia era afim, mas que  desistiu  quando viu que ele ñ era o que achava  e sendo assim jogou o seu charme... Bagunçou alguma coisa? 

Sim, continuando...  

 Eu e Kesia observando o climinha entre os dois, conversinha ali, reboladinha aqui, risinhos aculá e para completar, senta na famosa “cadeira namoradeira”, e quando senta é NAMORO na certa, aí já sabem o resultado, Né? Isso meeeeeeeeesmo, quem ou do Jornal Bombástico. ficou com O VIZINHO, foi a Manu que agora é tbm chamada por nós, como “A fura olho”, ou então “A expert” em vizinhos, mas sobre isso, vai ser oooutra historia. 

Eu queria poder contar tuuudo, mas algumas coisas temos que manter segredo, não é?

Aqui termina o capítulo de um sábado BOMBÁSTICO, mais noticias a qualquer momento através das fontes :  www.gugloudagaláxia.com.br  .

                                                                Beeeeijoos!! ♥ Aliny (Liny) 

Homenagem as mamães ....

    CARTA DE UMA MÃE... LOIRA...

"Meu querido filho Frederico

Escrevo estas poucas linhas que é para saber que estou viva.

Escrevo devagar porque sei que não gosta de ler depressa. Se receber esta carta, é porque chegou. Se ela não chegar, avisa-me que eu mando outra.

O teu pai leu no jornal que a maioria dos acidentes ocorre a 1 km de casa.  Por isso, mudamo-nos pra mais longe.

Sobre o casaco que queria, o teu tio disse que seria muito caro mandar pelo correio por causa dos botões de ferro que pesam muito. Assim, arranquei os botões e coloquei-os no bolso. Quando chegar aí, pregue-os de novo.

No outro dia, houve uma explosão no botijão de gás aqui na cozinha. Teu pai e eu fomos atirados pelo ar e caímos fora de casa. Que emoção! Foi à primeira vez em muitos anos que o teu pai e eu saímos juntos.
Sobre o nosso cão, o Rexlino, anteontem foi atropelado e tiveram que lhe cortar o rabo, por isso toma cuidado quando atravessar a rua.
Tua irmã Laura vai ser mãe, mas ainda não sabemos se é menino ou menina. Portanto, não sei se vai ser tio ou tia.
Hoje, teu irmão Valclintone me deu muito trabalho. Fechou o carro e deixou as chaves lá dentro. Tive de ir em casa, pegar a reserva para a abrir. Por sorte, cheguei antes de começar a chuva, pois a capota estava arriada.
Se vir a Dona Rosinha, diz-lhe que mando lembranças. Se não a vir, não digas nada.
Um beijo,
Tua mãe
PS: Era para te mandar os 300 reais que me pediu, mas quando me lembrei já tinha fechado o envelope."


         Obs: Foi apenas uma brincadeirinha, a gente continua amando-as INCODICIONALMENTE!!! 
    

                                                                                   Beijoooos, Aliny (Liny)

Momento Besteirooool!!! By: Mila Vieira

Dicionário “Haurélho” das Loiras 


Abismado…………………..Aquele que caiu num abismo
Pressupor…………………..Colocar preço em algo
Missão……………………….Missa prolongada
Padrão………………………Padre muito alto
Estouro………………………Touro que virou boi
Democracia…………………Sistema de governo do inferno
Barracão…………………….Proíbe a entrada de cachorros
Homossexual………………..Sabão para partes íntimas
Ministério……………………Pequeno aparelho de som
Edifício……………………….Antônimo de ‘é fácil’
Detergente………………….Ato de prender humanos
Armarinho…………………..Vento que vem do mar
Eficiência………………….Estudo das propriedades do ‘F’
Conversão…………………Papo prolongado
Barganhar…………………Receber de herança um bar
Fluxograma………………..Direção em que cresce o capim
Halogênio…………………Cumprimento a um gênio
Expedidor………………….Antigo mendigo
Luz solar………………….Sapato com luz na sola
Cleptomaníaco……………Fã de Eric Clapton
Tripulante………………….Especialista em salto triplo
Aspirado…………………..Carta de baralho maluca
Coitado……………………Vítima de coito
Cerveja……………………O sonho de toda revista
Regime militar……………..Dieta feita no exército
Bimestre…………………..Mestre em duas artes marciais
Caçador…………………..Quem procura ter dor
Volátil……………………..Avisa ao tio que vai lá
Assaltante………………….Um ‘A’ que salta
Determine………………….Prender a namorada do Mickey
Pornográfico………………O mesmo que por no desenho
Coordenada……………….Que não tem cor
Ratificar……………………Tornar-se um rato
Suburbanos………………..Habitantes de túneis do metrô
Violentamente……………..Viu bem devagar
Contribuir…………………..Ir com vários índios
Conceição…………………..é uma soma: 5 “com seis são”….

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Momento Besteirooool!!!

 Como ir ao banheiro no 1º encontro


Durante a aula de Boas Maneiras, diz a professora: 
 - Rodrigo, se você estivesse namorando uma moça fina e educada e,durante o jantar, precisasse ir ao banheiro, o que diria:
 - Segura as pontas aí que eu vou dar uma mijadinha.
 - Isso seria uma grosseria, uma completa falta de educação.
 Fernandinho, como você diria?
 - Me desculpa, preciso ir ao banheiro, mas já volto.
 - Melhor, mas é desagradável mencionar o banheiro durante as refeições.
 E você, Joãozinho, seria capaz de usar sua inteligência para, ao

menos uma vez, mostrar boas maneiras?
 - Eu diria :
 - Minha princesa, peço a licença para ausentar-me por um momento,
 pois vou estender a mão a um grande amigo que pretendo apresentar-lhe depois do jantar.



By: Milinha Vieira





terça-feira, 10 de agosto de 2010

Dia de caça ao Tesouro...


Era uma vez...



5 mocinhas desavisadas que estavam passeando pelo campo e avistaram um cavaleiro (vaqueiro) e se apaixonaram. [Para tudo! As 5 se apaixonaram pelo mesmo cara? Claro! E se voce tivesse visto teria se apaixonado também.] Continuando... Era uma tarde ensolarada de domingo onde tudo poderia acontecer, de repente apareceu aquele homem lindo, forte, sorriso fácil, ar faceiro... estava se exibindo no seu belissimo cavalo e destruindo o coração das pobres moças. A menos discreta de todas deu grito de surpresa e encantamento: "Ah, meu Deus!! Que coisa linda!" Provocando riso nas demais. A tarde passou o moço lindo por ser tão lindo e por saber disso perdeu, temporariamente, a atenção das 5 donzelas, ficou por lá se exibindo, mas as moças não deram trela... Mas, como a vida não é facil esse deus grego assim como chegou, foi embora, do nada. Assim sendo, ninguém sabe o paradeiro dele. Uma das moças ainda o viu naquela noite, mas tudo não passou de troca de olhares. Então, desde aquele dia, uma pergunta martela a cabeça das 5: Onde está o menino da camisa verde???


Não se sabe de onde ele é, o q faz, onde mora, quando o veremos de novo. Enfim, ele evaporou.


Já pesquisamos no http://www.gugloudagalaxia.com.br/ (O maior e melhor site de busca de informações nesse voce pode confiar) e nada... Ninguém sabe.


A pergunta fica no ar: ONDE ESTÁ O MENINO DA CAMISA VERDE??


Se voce souber do paradeiro dele, avisa aqui no espaço reservado pros comentários. Ok?


As 5 belas donas agradecem.




Beijos, Verônica (Vevel)